Senador Telmário defende bolsas para alunos-professores do PIBID

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senador Telmário Mota registrou na tribuna do Senado a manifestação realizada no último dia 25 em todo Brasil, de protesto contra os cortes de verbas no PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, destacando o movimento em Boa Vista. Ele exibiu fotos da manifestação de professores e estudantes da Universidade Federal de Roraima, do Instituto Federal e da Universidade Estadual, em frente à Assembleia Legislativa em Boa Vista, elogiou o caráter ordeiro e pacífico da mobilização e deu total apoio à causa.
“Os estudantes e professores foram às ruas, porque recebem do PIBID uma bolsa de R$ 400,00 para trabalharem nas comunidades indígenas, nas comunidades mais carentes, comunidades ribeirinhas, e nos municípios mais distantes do interior. Com essa pequena bolsa os “alunos-professores” pagam seus deslocamentos até as comunidades, diárias, despesas pessoais e compram equipamentos para melhorar o ensino”, explicou o Senador.
A Universidade de Roraima tem hoje cerca de 140 “alunos-professores” apenas no PIBID Diversidade. Esses bolsistas são indígenas e de importância fundamental na interlocução da academia com o campo. Em função disso, Telmário fez um apelo veemente ao Ministro da Educação, para que o MEC não faça mais cortes nas verbas, o que ameaçaria a continuidade do programa. “Pedimos pela permanência do programa. Os cortes sistemáticos feitos pela Capes e pelo Governo Federal estão tornando alguns programas inviáveis, como o da Diversidade”, finalizou Telmário.

Por Jair de Farias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*